No trabalho

Home office: Uma filosofia de trabalho

Escrever os primeiros textos para o nosso novo blog não foi uma tarefa fácil. Sobre o que falar no início? Nos últimos 10 anos tenho falado sobre design e inovação no Com limão, dois temas que são bem abrangentes. Foi então que tive uma ideia. Meu primeiro texto no Um Café Pra Dois teria que ser sobre a nossa atual fase profissional.

Pouco mais de um ano atrás, decidi seguir carreira solo. Já tinha passado pelas principais empresas do mercado e não queria, naquele momento, emendar mais uma multinacional no currículo.  Coincidentemente, no mesmo período, a Andressa passava pelas mesmas angustias. Em meio à crise, caos e conturbações financeiras, decidimos (re)lançar a Citrus.

A empresa existe desde de 2011 e foi fundada com meu sócio (e parceiro de vida) Roger Santos, mas era muito focada em tecnologia. Com a Andressa no time e nossos novos objetivos conjuntos, a Citrus virou consultoria de branding, inovação e conteúdo.

Com meu sócio alocado na sede brasileira de um dos maiores bancos da Europa, ficou a nosso cargo correr atrás de novos clientes. Foi neste momento que tomamos a principal decisão da empresa: não haveria sede, o home office seria a melhor saída por questões de custo e filosofia.

No entanto, home office ainda é uma filosofia de trabalho bem inovadora. Não importa quantas revistas ou sites falem das vantagens de se trabalhar em casa, o brasileiro ainda vê o home office como amador. Mais do que isso, nossos parentes e amigos acham que nós trabalhamos de pijama e tiramos cochilos no meio da tarde.

Para piorar, é comum as pessoas acharem que trabalhar de casa não é trabalho oficial. Não importa se você tem uma empresa LTDA aberta, falta algo. No meu caso, a vida foi menos complicada, pois já estou acostumado com o home office. Não só trabalhando para mim, mas para grandes empresas, acabei montando uma estrutura de dar inveja em muitas empresas de ponta. Já para a Andressa, a história foi um pouco diferente…

O home office não pode ser uma simples escolha. Precisa ser algo pensado de forma estratégica (você não terá custos com uma sede, mas a energia, água e telefone da sua casa darão saltos estratosféricos). Além disso, antes de optar por este tipo de metodologia de trabalho, garanta que você tem apoio das pessoas com quem você mora.

Não adianta nada você ganhar um belo valor mensal, se a sua família acha que você só está passando o tempo na frente do computador. Não tem coisa que atrapalha mais em um home office do que as pessoas fazendo você parar a todo momento. Você está trabalhando, você não pode ficar com o seu sobrinho ou passar uma vassoura no quintal.

Outra dica que dou é: disciplina! A cama ou o sofá está a poucos metros das suas nádegas. Não caia na tentação de sentar neles por alguns minutos e ver TV. Isso pode virar horas e te coroar como o rei/rainha da procrastinação. Escolha um horário de trabalho e mantenha aquela rotina. Quer fazer uma pausa para o café? Tudo bem, mas você vai compensar esse tempo. Você deve ser o chefe mais chato que já teve.

Por fim, (ainda vou falar muito sobre home office, mas o texto de hoje está chegando ao fim) não esqueça de ser profissional. Ligar para um cliente com o cachorro, papagaio ou criança gritando por perto é péssimo. Não transmite confiança e pode atrapalhar nas negociações de um bom projeto. Afinal, quem nunca quis trabalhar do conforto de casa?

Comentários da Andressa: Já passei por muitos momentos estressantes por causa de ambiente de trabalho em empresas, o home office foi uma solução que me deu uma qualidade de vida muito melhor. De qualquer forma, ainda enfrento uma certa resistência da família. É difícil de explicar que não dá pra lavar a louça de um batalhão de gente entre uma reunião e outra. Então, se você está planejando mudar sua rotina de trabalho e ainda mora com a sua família, minha dica é muita conversa e paciência. Senão o seu sonho do home office pode virar algo totalmente diferente do que você desejava que fosse.

Comentários

You Might Also Like

4 Comentários

  • Reply Pablo Vinícius 13 de maio de 2016 at 19:34

    Perfeito!

    • Reply vasques 17 de maio de 2016 at 00:11

      Obrigado, Pablo! 😀

  • Reply VampiraP 13 de maio de 2016 at 22:53

    Adoro o texto de vocês e o home office com certeza é o que mais me atrai. Já falei pra Andressa explicar sobre como montar uma agenda e criar um hábito.
    Espero ver mais texto sobre o assunto aqui e muitos outros! 😀

    • Reply vasques 17 de maio de 2016 at 00:12

      Obrigado, Vampira! Pode deixar, nós vamos escrever mais sobre este assunto 😀

    Deixe uma resposta para VampiraP Cancelar

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Receba conteúdo exclusivo via e-mail

    Olá! Que bom te ver por aqui :)
    Para não perder os próximos posts do Um Café Pra Dois e ainda receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
    Email address
    Fique tranquilo, nós nunca te enviaremos spam :)