Por aí

Estudo mostra onde estão os apaixonados por café

30 de abril de 2018
04-consumo-cafe-kantar-estudo-um-cafe-pra-dois

Qual o melhor lugar para degustar uma xícara de café quente? De acordo com o serviço global que mede as compras e o consumo fora de casa (OOH) da Kantar Worldpanel, mais da metade da população na França, Espanha, Reino Unido, China, Portugal, Brasil e México consome e compra café fora de casa.

Nesses países, ao compararmos o quanto é gasto com a categoria dentro e fora do lar, 70% do gasto com a bebida ocorre fora de casa, mas seguindo padrões diferentes. Na China, por exemplo, 95% das compras de café quente são feitas fora de casa, enquanto no México o índice atinge 62%, com potencial de crescimento adicional.

Neste estudo, a Europa Ocidental é o maior mercado para consumo de café quente fora de casa. Aproximadamente, mais de três quartos da população em todo o Reino Unido, Espanha e Portugal compram café quando estão fora. E não é apenas uma compra ocasional. Os ingleses e espanhóis fazem isso – pelo menos – uma vez por semana. O consumo de café quente é significativamente menor em outros países, com apenas 40% a 54% da população comprando café quente no Brasil, no México e na China.

Ainda de acordo com o estudo da Kantar, foram identificados três oportunidades neste cenário:

  • Desenvolvimento dos grandes mercados: Com o tamanho da população e as rápidas taxas de desenvolvimento no Brasil, México e China, há um enorme potencial para aumentar a penetração tanto no mercado quanto na frequência de consumo nesses mercados. Devido ao tamanho da população, a China aparece no estudo como o segundo maior mercado de café, depois do Reino Unido, apesar de o café representar apenas 7% das ocasiões de consumo de bebidas fora do domicílio.
  • Enfoque na experiência: Nos mercados em que o gasto por ocasião é baixo, como o Brasil e Portugal, há grande oportunidade de desenvolver valor de mercado com a introdução de novos conceitos de canal, onde o compartilhamento e as experiências premium são aprimoradas. Ou seja, a experiência é o que conta, quando o brasileiro vai degustar um café fora de casa.
  • Incentivando a venda cruzada: O café é um acompanhamento natural para uma ampla variedade de lanches e essa é uma boa maneira de aumentar os gastos por viagem. As vendas aumentam de duas a três vezes quando cookies, salgados ou sanduíches são adicionados ao pedido.

Já o perfil daqueles que compram café quente fora de casa difere consideravelmente por país e seu estágio de desenvolvimento de mercado. Onde o consumo é mais estabelecido, como a Espanha, o consumidor tende a ser de classe média e masculino, com a compra ocorrendo principalmente no café da manhã (60% das ocasiões). Isso contrasta com a China, um mercado mais novo, onde é mais provável que o café seja consumido após o trabalho, por mulheres jovens e de classe alta (40% das vezes).

Onde o café é comprado faz uma grande diferença para o gasto médio por ocasião. No Reino Unido, México e China, ele é alto – US$ 2,90, US$ 2,60 e US$ 4,50, respectivamente – por causa da prevalência de cafés. Por outro lado, no Brasil e em Portugal, o café é comprado principalmente em bares, o que faz com que o gasto médio por viagem se aproxime da marca de US$ 1.

Confira abaixo o infográfico com mais curiosidades sobre o consumo de café quente fora de casa.

01-consumo-cafe-kantar-estudo-um-cafe-pra-dois

02-consumo-cafe-kantar-estudo-um-cafe-pra-dois

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Receba conteúdo exclusivo via e-mail

Olá! Que bom te ver por aqui :)
Para não perder os próximos posts do Um Café Pra Dois e ainda receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Email address
Fique tranquilo, nós nunca te enviaremos spam :)