Browsing Tag

Viagem

Por aí

Conheça 3 piscinas incríveis do Four Seasons Hotels and Resorts

1 de maio de 2018
3-piscinas-incriveis-four-seasons-hotels-resorts-um-cafe-pra-dois-01

Fundado em 1960 e (atualmente) com 110 hotéis e resorts em 46 países, o Four Seasons Hotels and Resorts frequentemente aparece nos rankings dos melhores hotéis e as mais prestigiadas marcas em votações de leitores, resenhas de viajantes e os principais prêmios do setor. Na lista de hoje, o Um Café Pra Dois traz 3 piscinas incríveis em localidades de tirar o fôlego. Confira!

Continue Reading

Por aí

5 hotéis boutique e pousadas que estão no Airbnb

23 de fevereiro de 2018
airbnb-hotel-pousada-viagem-um-cafe-pra-dois

m apenas 10 anos, o Airbnb se tornou uma comunidade de viagem com anfitriões e hóspedes em mais de 191 países. Com o passar dos anos uma série incrivelmente diversificada de propriedades passou a fazer parte de sua comunidade, incluindo pousadas e hotéis boutique (e algumas novidades apresentadas na última quinta-feira) que oferecem experiências de viagem locais, únicas e autênticas pelas quais o Airbnb é conhecido.

Continue Reading

Por aí

#UmQuartoPraDois: Viagem a trabalho no ibis Styles Anhembi

15 de fevereiro de 2018
ibis-anhembi-review-hotel-um-cafe-pra-dois-03

Ajuste a gravata e prepare o blazer. No texto de hoje, o UCPD vai se hospedar em um hotel cheio de estilo e que funciona como uma ótima opção para quem está viajando a trabalho em São Paulo. Localizado ao lado da estação Portuguesa – Tietê do Metrô (linha azul), o ibis Styles Anhembi leva você a uma viagem pela história da aviação. Nós fomos conferir o design do hotel e nos hospedamos por lá durante a Campus Party 2018, e hoje vamos contar como foi essa experiência.

Continue Reading

Por aí

Airbnb identifica tendências de viagens globais para 2018

21 de dezembro de 2017
tendencia-viagem-airbnb-2018-um-cafe-pra-dois-destaque

Mais um ano está chegando ao fim e agora todas as atenções se direcionam para o próximo que virá, com 365 dias em branco, oferecendo inúmeras possibilidades, inclusive para quem quer planejar uma viagem de férias incrível. De olho nisso o Airbnb fez uma análise com base nos dados de reservas para o primeiro semestre de 2018, com a qual já consegue prever seu melhor ano, com mais experiências e novos destinos para explorar. As previsões mostram o que deverá ser tendência, e evidenciam que os usuários estão inclinados a buscar retiros na natureza, destinos de praia e shows ao vivo ano que vem.

Continue Reading

Por aí

#UmQuartoPraDois: As 10 casas mais desejadas do Airbnb no Brasil

11 de agosto de 2017
lista-airbnb-casas-mais-desejadas-brasil-um-cafe-pra-dois-destaque

Criado em 2008, o Airbnb nasceu de uma ideia do designer Joe Gebbia e hoje é a maior plataforma de compartilhamento de lares do mundo, com presença em mais de 65 mil cidades e 191 países. Só no Brasil são 123 mil anúncios, que vão de simples quartos a casas na árvore, passando por mansões, imóveis com arquitetura assinada e até uma ilha inteira. Mas tudo isso gira em torno e só funciona por causa de um sentimento: a confiança. No sétimo podcast do InovaSocial, nós conversamos sobre economia colaborativa e discutimos como a confiança em estranhos tem mudado o consumo de bens e serviços ao redor do mundo.

Continue Reading

Por aí

#UmQuartoPraDois: Uma noite de luxo no Emiliano Rio

18 de julho de 2017
hotel-emiliano-rio-um-cafe-pra-dois-06

Arrume as malas e separe o traje de banho, no texto de hoje, o UCPD desembarca na cidade maravilhosa para uma estadia no novíssimo e luxuoso hotel Emiliano. Localizado na praia de Copacabana (tão de frente pro mar que, se tropeçar, vai parar dentro d’água), o Emiliano Rio é o tipo de lugar para quem busca exclusividade e uma experiência diferente. Cada detalhe da arquitetura e do serviço fazem a diferença e hoje vamos contar como foi essa experiência.

Continue Reading

Por aí

#UmQuartoPraDois: Uma noite romântica no Meliá Paulista

15 de junho de 2017
melia-paulista-dia-dos-namorados-um-cafe-pra-dois-destaque

No dia dos namorados deste ano decidimos fazer algo diferente. A convite do Meliá Paulista, fomos passar uma estadia romântica no hotel quatro estrelas da rede. Localizado na avenida mais famosa da capital paulista, nosso quarto (uma suíte júnior) ficava no último andar do prédio, que possui arquitetura clássica por fora e decoração contemporânea por dentro. Sem nenhum “puxa-saquismo”, o visual do lobby do Meliá Paulista é um verdadeiro deleite para quem gosta de design.

Outra vantagem da unidade é a sua localização. Até mesmo para quem é da cidade, que é o nosso caso, se hospedar na avenida Paulista com tempo livre é uma verdadeira diversão. Como o dia dos namorados caiu na segunda-feira, fizemos check-in no domingo por volta das 14h, ou seja, tínhamos a avenida aberta para pedestres, com shows e diversas atividades. Um ponto positivo, já que o hotel precisava de duas horas para preparar a decoração do pacote romântico (calma, contarei mais detalhes).

Continue Reading

Por aí

Organizando viagens (mega) curtas: um dia em Buenos Aires

13 de maio de 2016
Ruas de Palermo e mesinhas do Bartola

Em janeiro de 2015, eu e o Vi fizemos um cruzeiro onde conhecemos Montevidéu, Buenos Aires e Punta del Este. A cidade mais aguardada era Buenos Aires e, como só teríamos um dia por lá, precisávamos de toda organização possível.

Nem tudo deu certo, mas aprendemos muitas coisas para podermos levar em consideração na próxima vez em que passarmos um tempo curto em algum lugar. E acredito que esse checklist que eu elaborei valha para qualquer lugar do mundo para onde você vá estar por um espaço de tempo muito curto.

#1: Liste todos os lugares que você deseja conhecer na cidade e separe por bairros

No começo, não leve em consideração o tempo que você terá em um local, faça uma lista com todos os lugares que você deseja conhecer, restaurantes onde comer, etc.

palermo-soho-bartola-um-dia-buenos-aires-planejando-viagem-curta-um-cafe-pra-dois-por-ai-02

Buenos Aires depois da chuva :)

#2: Não vai dar pra conhecer tudo em um dia, então elimine itens da lista

Infelizmente, o tempo é curto e você não vai conseguir conhecer tudo o que quer em apenas um dia. Depois de ter feito a sua lista, organize os itens por prioridade. E então, vá adequando de acordo com os bairros. Por exemplo: se você quer muito almoçar no Centro, já pode incluir outras “atividades” na região desse restaurante. A parte boa é que Buenos Aires é uma cidade plana, então você pode andar por distâncias consideráveis sem se cansar.

palermo-soho-bartola-um-dia-buenos-aires-planejando-viagem-curta-um-cafe-pra-dois-por-ai-03

Quadrinhos da Monoblock

#3: Conheça a rotina local

O primeiro problema que enfrentamos quando chegamos em Buenos Aires foi que o restaurante onde íamos almoçar não abria naquele horário. Na verdade, quase que o bairro todo tinha seus estabelecimentos fechados durante o almoço. E só descobrimos isso quando chegamos lá. Como estávamos morrendo de fome, o jeito foi trocar uma maravilhosa parrilla argentina por cheeseburger 🙁

Também queríamos conhecer os parques em Palermo, mas descobrimos que eles fechavam quando chovia.

Por isso é muito importante entender os costumes locais. Assim você sabe exatamente aonde ir ou não ir dependendo do horário ou das condições climáticas. E é por isso que a próxima dica é super importante também.

palermo-soho-bartola-um-dia-buenos-aires-planejando-viagem-curta-um-cafe-pra-dois-por-ai-04

Coca-Cola com os nomes de lá <3

#4: Tenha um plano B para tudo!

Transporte, alimentação, lugares para conhecer, etc. Você precisa ter uma segunda opção para tudo. Como o tempo é curto, não existe brechas para decidir o que fazer de última hora, então conte com imprevistos.

Na época em que fomos para Buenos Aires, não chovia há duas semanas. Quando que o mundo resolveu cair na cidade? Exatamente quando estávamos lá. Por isso, a nossa locomoção foi muito prejudicada, o que atrapalhou o roteiro todo. Isso porque – claro! – não tínhamos um Plano B.

Uma dica importante dentro desse ponto: ônibus turísticos podem ser caros, mas eles salvam a vida em dias de chuva e, assim, você conhece toda a cidade. Além de se locomover com mais facilidade, claro! Porque se molhar é a pior coisa que você pode fazer quando vai passar poucas horas num lugar e seu “hotel” é um navio que fica num porto relativamente distante. Mesmo depois que a chuva passa, é extremamente desconfortável andar por aí vestindo roupas úmidas e com os pés enrugados, hahaha.

Compras no Disco: vinho, alfajor e um mojito pronto!

Compras no Disco: vinho, alfajor e um mojito pronto!

#5: Organize e divida seu roteiro de acordo com as refeições

Se você vai passar o dia todo num lugar, pode separar o locais para visitar em três partes: antes do almoço, depois do almoço e jantar. Acho que um forma muito legal de entrar em contato com novas culturas é conhecendo sua comida. Decida onde você deseja almoçar e jantar, depois monte seu roteiro a partir destes pontos.

Decoração do Dean and Dennys

Decoração do Dean and Dennys

#6: Mapas, mapas e mais mapas!

Antes da viagem, é importante organizar seu roteiro usando mapas, usei o My Maps e foi ótimo. Inclusive, você pode ver meu mapa “Buenos Aires a pé” aqui.

Aqui em São Paulo eu me locomovo super bem em lugares que não conheço usando o Google Maps, mas meu plano de dados para usar o 3G fora do país era muito limitado (e os dados extras eram muito caros), então o jeito foi usar um aplicativo com mapas offline (recomendo fortemente o City Maps 2Go – tem para iOS e Android). Além disso, também estávamos com um mapa físico no bolso. Lembram que eu falei do plano B? Então. É muito importante lembrar disso aqui. No porto e no aeroporto disponibilizam esses mapas aos montes, mas também compramos um aqui no Brasil, numa livraria.

Fachada mais fofa de Palermo!

Fachada mais fofa de Palermo!

#7: Atenção para não ser enganado

Onde tem turista, vai ter gente tentando se aproveitar destes turistas. Em Buenos Aires, por exemplo, é recomendável que você pegue apenas os táxis com uma “plaquinha” Radio Táxi, eles são regulamentados, seu motorista não vai dar voltas por aí para aumentar o valor da viagem, nem vai te dar troco errado. Ou vá de Uber!

Precisa trocar dinheiro? É melhor ir a um lugar autorizado. Na Rua Florida, o que mais vai ter é gente querendo trocar dinheiro e, por mais que as taxas sejam menores, é melhor fazer tudo certinho e garantir um dia sem stress.

Pesquise sobre isso antes de ir viajar, leia sobre as experiências de outros turistas no lugar para onde você está indo, assim já evita que algum transtorno do tipo estrague seu dia.

Ruas de Palermo e mesinhas do Bartola

Ruas de Palermo e mesinhas do Bartola

#8: Nossas recomendações para um dia em Buenos Aires

Se você chegou até esse post buscando dicas do que fazer e lugares para conhecer em Buenos Aires em um dia, aqui vão elas:

  • Dê uma volta por Palermo Soho – é um bairro bem moderninho, onde todos os estabelecimentos têm uma identidade visual muito legal. Como aqui nós somos uma publicitária e um designer, nos apaixonamos por tudo de lá.
  • Conheça os parques de Palermo – todos eles são lindos demais e a maioria tem entrada gratuita, o único problema é que eles fecham em dias de chuva.
  • Compre vinhos no supermercado – entramos em um Disco mais porque também achamos que esse é um tipo de lugar que reflete muito a cultura local e saímos de lá com vinhos muito gostosos e num preço ok (no Porto também vendiam vinhos, mas eles eram horríveis. Se você está viajando de navio, não compre vinhos no Porto, eles são baratos, mas são ruins demais). Claro que no supermercado você não vai encontrar os melhores vinhos do país, mas para o nosso budget eles eram muito bons.
  • Trippin’ Store e Monoblock – Se você gosta de ilustrações, recomendo as duas lojas. Lá eles têm camisetas, posters, canecas, cadernos e várias outras coisas fofas com estampas muito legais. Eu comprei uma caneca ilustrada por Gemma Correll, minha artista favorita atualmente, e ela é meu “xodó” até hoje.
  • Lugares fofos aonde não fomos, mas queremos muuuito conhecer da próxima vez:
    • El Ateneo
    • Teatro Colón
    • Puerto Madero
    • Jardín Japonés
    • El Rosedal
  • Restaurantes e Cafés
    • Olsen
    • Don Julio
    • La Cabrera Norte
    • Dean and Dennys
    • Felicidad [deli+café]
    • Ninina Bakery
    • Malvón
    • Café Tortoni

Importante: pesquise antes o horário de atendimento dos restaurantes onde você quer comer. Em Palermo, por exemplo, a maioria deles fica fechada para almoço e descobrir isso só na hora em que você está morrendo de fome é algo bem frustrante :/

Espero que esse post tenha sido muito útil para quem está planejando uma viagem curtinha assim. Se você tem alguma dica que não comentamos ou quer compartilhar uma experiência parecida, escreve pra gente nos comentários!

Receba conteúdo exclusivo via e-mail

Olá! Que bom te ver por aqui :)
Para não perder os próximos posts do Um Café Pra Dois e ainda receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, assine agora a nossa newsletter.
Email address
Fique tranquilo, nós nunca te enviaremos spam :)